Trend alert: cobre na decoração de ambientes. Inspire-se com essa tendência!

As arquitetas Jamaira Lais e Lais Frota apresentam dicas dos tons metalizados

 

 

Tendência que surgiu nas passarelas internacionais, o metalizado chegou para trazer brilho também à decoração. A tríade prata, dourado e cobre já é um detalhe certeiro há tempos na moda da casa, mas o efeito metálico vem surgindo forte também em tecidos variados do mobiliário. A dica de hoje é um espaço montado pelas arquitetas Jamaira Laís e Laís Frota na loja Amazonas Tecidos e Decorações, que acertaram em cheio nesse estilo. Inspire-se!

 

Decoração com ambiente para brilhar na tendência do cobre

 

Os tons metálicos prometem continuar em alta por um bom tempo. Vindo para substituir (ou complementar) o dourado, que figurou entre os ambientes mais elegantes de 2016, o cobre é a nova moda que deve marcar presença nas casas este ano.

 

 

Uma das formas mais simples e rápidas de usar o cobre na decoração é pincelá-lo nos detalhes. Um vaso, um castiçal ou uma bandeja podem ser responsáveis por uma transformação instantânea de um ambiente simples em um espaço sofisticado.

 

 

Os itens a procurar são: lustres, luminárias em geral, vasos e tigelas, maçanetas e puxadores, molduras etc.

 

Além de trazer um ar ousado e moderno, o cobre permite composições românticas e delicadas. A cor combina perfeitamente com ambientes em tons pastel ou espaços totalmente brancos. Mas sua versatilidade não para por aí: o metal é capaz de se encaixar em cantinhos de praticamente todas as cores!

 

Ao montar o espaço, as arquitetas optaram pelas cores verde e cobre por serem uma tendência forte na arquitetura. Além disso, a composião do espaço incluiu esculturas da loja Amazonas Tecidos e Decorações que conta com uma versatilidade grande de peças.

 

 

 

Confira o vídeo

 

Confraternização do Lótus Clube

 

 

Câncer de pele é o mais freqüente no Brasil. No Piauí, em 2016, foram quase 1.800 casos da doença

 

Dezembro é o mês da campanha de prevenção ao câncer de pele, o de maior incidência no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). A estimativa é que 30% de todos os tumores malignos registrados no país sejam não melanomas, que são tumores de pele que apresentam alto percentual de cura, quando detectados precocemente.

No Brasil, a ocorrência desse tipo de câncer em 2016 foi de quase 176 mil de novos casos, que resultaram em 1.769 de mortes. No Piauí, o INCA informa a ocorrência de quase 1.800 casos de não melanoma em todo o estado, com 230 registros só na capital. O percentual de incidência em homens e mulheres é semelhante, ficando em torno de 54%.

 

A dermatologista Kamilla Santos

 

De acordo com a dermatologista Kamilla Santos, a população do estado deve ficar alerta aos sintomas da doença, principalmente, porque o Índice Ultravioleta (IUV) no Piauí é geralmente classificado como “muito alto”. A previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) para os próximos quatro dias no estado é um IUV entre 11 a 13, considerado um nível “extremo” de radiação solar. Para quem não sabe, o IUV é um padrão internacional de medição que classifica a intensidade dos raios solares na pele.

“A população tem que se proteger, usar protetor solar com reaplicação a cada duas horas pele menos e para quem não tem condição, usar uma barreira física, como roupas mais cobertas, com mangas compridas, sombrinhas, chapéus, mas não esquecendo que o uso do protetor solar é fundamental, principalmente, porque o nosso estado tem uma alta incidência de raios solares o ano quase todo”, alerta a dermatologista Kamilla Santos.

A médica chamou ainda atenção para a importância do autoexame na pele e de suspeitando de algo anormal, procurar um especialista.  “Manchinhas escuras com bordas irregulares que coçam e descamam precisam ser investigadas. Também é importante verificar se a manchinha está crescendo, se mudou de cor. Percebendo algum desses sinais, a indicação é procurar um dermatologista.

 

Kamilla Santos frisa o cuidado maior que pessoas de pele clara, acima dos 40 anos

 

Kamilla também frisa o cuidado maior que pessoas de pele clara, acima dos 40 anos e com casos de câncer na família devem ter. “A pele clara requer maiores cuidados, com redobrado uso do protetor solar e proteção com barreira física. Em Teresina, é impossível não se expor ao sol, mas a proteção deve ser buscada. Para quem tem ou teve algum membro da família diagnosticado com câncer de pele, os cuidados devem ser redobrados e consultas rotineiras adotadas”, destaca.

A professora e diretora da rede municipal da capital, Joelma Barbosa, levou um susto quando descobriu que estava com melanoma, um tipo de câncer de pele grave. Apesar de estar sempre atenta porque há vários casos da doença na família, ela descobriu o melanoma numa consulta rotineira ao dermatologista. “Foi desesperador, por causa do histórico, você imagina, já perdi meu pai, a minha irmã mais nova já tinha tirado um, foi muito ruim. Então, eu retirei a mancha, o médico me encaminhou rapidamente ao oncologista, mas eu não precisei fazer nenhum tratamento (quimioterapia ou radioterapia), só foi feito um aumento de margem na cirurgia, eu retirei a mancha e um pouco mais da pele e a partir disso eu faço controle anula”, conta a professora.

Joelma, que classifica a própria pele como “parda” revelou que antes do câncer não usava protetor solar de jeito nenhum. “Eu tinha pavor de usar protetor solar, mas depois disso passei a usar fator 70 (FPS) e quando vou me expor ao sol eu visto uma roupa de manga longa e quando vou à praia procuro usar roupas com UVA, não me exponho muito, tomo vitamina D por causa disso e tomo todos os cuidados”, admitiu.

 “Se exponha, mas não se queime”

Desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) desde 2014, o movimento Dezembro Laranja tem como objetivo promover a conscientização da população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção em suas diferentes formas para a redução dos riscos. Este ano o slogan da campanha é “Se exponha, mas não se queime”

 

Manchinhas escuras com bordas irregulares que coçam e descamam precisam ser investigadas

 

A recomendação é usar equipamentos de proteção individual (EPI) como chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas de cubram boa parte do corpo e protetores solares com fator mínimo de proteção solar (FPS) 30. A hidratação constante também faz parte dessas medidas fotoprotetoras, sem esquecer de evitar os horários de maior insolação: das 10h às 16h.

“No geral, a indicação é um fator de proteção acima de 30, mas é importante levar em consideração a cor do paciente, fatores de risco como parentes que já tiveram câncer e pele mais clara. Já uma pele negra ou morena o fator 30 é suficiente, mas aqui no Piauí um fator acima de 30 é o indicado”, orientou a dermatologista Kamilla Santos.

Coquetel Andressa Leão Store e Motor Oil Denim

 

 

Confraternização do Elo’s Clube

 

Prêmio Mulheres de Negócios

 

 

Reunião do Granf Clube – Nazaré Dias

 

 

Niver de Maria Hilda Monteiro

 

 

Como usar cada tipo de bolsa feminina: dicas e ideias para inspirar!

 

Um bom acessório sempre muda a roupa! Com essa ideia em mente, pode-se reafirmar a importância das bolsas nos looks. Atualmente elas passaram a ter uma função extra além daquela de carregar seus pertences, elas agora são um acessório de moda que influencia diretamente no resultado final do seu estilo.

 

Sendo assim, é válido conhecer as características de cada tipo de bolsa feminina e usá-las de acordo com a sua necessidade e preferência, tirando desse objeto o melhor proveito possível no quesito estilo.

 

Estilos de bolsas que não podem faltar no seu closet!

 

Veja a seguir as dicas para usar cada modelo de bolsa de mulher, de acordo com as orientações da designer de moda, Ana Cristina Lima, que listou os cinco tipos de bolsa que não podem faltar no seu closet, e sabe o que é melhor? Você encontra todas elas na loja Imporium!

 

1 – Pretinha básica (ou não): uma bolsa #preta é imprescindível para o seu dia-a-dia. Ela combina com tudo e sempre vai ser a sua melhor amiga! Escolha uma que mais se pareça com o seu estilo, sendo ela básica ou não.

 

Esse tipo de bolsa está super “em alta” na moda. Ela é estruturada, ou seja, tem um material mais firme

2 – Shopping bag: as shoppings são aquelas bolsas pra os dias em que você precisa levar o mundo junto com você. São maiores e mais despojadas, #praticidade é o segundo nome delas!

Essas bolsas são mais versáteis para uso e podem encarar bem o trabalho ou passeio. Indicadas para o trabalho, as estruturadas impõem maior seriedade, principalmente se usadas com roupas sociais.

Combina com que tipo de look? Ideal para ser utilizada em uma produção formal clássica, ou seja, roupa social mais discreta (calças, camisas, saias no comprimento dos joelhos, blazers), cores sóbrias, tecidos firmes e alfaiataria. Estampas do tipo pied-de-poule, espinha de peixe ou risca de giz são aceitas.

Sugestão de uso: No trabalho em empresas formais e conservadoras, reuniões ou visitas a clientes, almoços de negócios e eventos solenes.

 

3 – Fashionista: é aquela bolsa que vai mudar instantaneamente o look calça jeans+camiseta branca. Em #cores mais vibrantes, materiais diferentes e até estampadas, elas te acompanham nos dias de maior inspiração. É o tipo de bolsa que combina com todos os estilos e tipos físicos. Pode ser usada pela alça de mão ou a tiracolo

 

Combina com que tipo de look? Ela combina tanto com peças clássicas quanto as básicas usadas no dia a dia peças mais românticas (camisas e casaquinhos finos) mas também ficam ótimas com um jeans com a barra dobrada, scarpin e uma malha.

Sugestão de uso: Eventos e ambiente de trabalho menos formal, shopping, cinema, teatro, etc.

 

4 – Crossbody: elas são pequenas e já tem cara de #balada. Com a alça maior para carregar no ombro, as #crossbodies são o arremate para as saídas noturnas. Geralmente são bolsas pequenas, possuem alça fina e são bem práticas quando se quer carregar apenas o básico e ficar com as mãos livres!

 

Combina com que tipo de look? Como existem muitos tipos, desde o casual até os mais sofisticados, existem muitas formas de usar. Um dos modelos mais visto é a famosa “bolsinha de balada”, usada em festas mais informais e podem ter brilhos ou serem feitas de material envernizado. Os sapatos combinados geralmente são Scarpins e Peep Toe.

Sugestão de uso: Baladas e festas no geral. Ás vezes se utiliza também em casamentos, formaturas e festas solenes. Porem as alças geralmente são finas e de metal, com pedrarias ou materiais mais finos.

 

5 – Clutch: geralmente carregadas na mão, elas são essenciais para os eventos mais sofisticados, e tem um design mais elegante, vale o investimento. A clutch é uma carteira menor e mais estruturada e é uma peça usada para eventos noturnos como coquetéis, cerimônias e momentos formais. São as preferidas em casamentos. E se possuem um formato interessante, bordados ou detalhes diferenciados, podem valorizar um vestido simples dando um toque de sofisticação ao visual.

Por ser apenas um pouco maior que o tamanho da mão, só carrega o básico: chaveiro, batom, dinheiro/cartões, documentos e celular

 

 

Combina com que tipo de look? Deve-se levar em consideração que essa bolsa é indicada para festas formais, como casamentos e formaturas. Por isso, deve-se coordenar o material da bolsa com o material do vestido. Mas evite combinar itens parecidos, por exemplo: uma bolsa de lantejoulas deve ser usada com um vestido de tecido liso, já um vestido de paetê deve ser combinado com uma clutch mais básica, sem muitas aplicações. Se você gosta de brincar com os looks, pode até mesmo fazer um mix de estampas entre a clutch e o vestido.

Sugestão de uso: Festas formais, como casamentos, formaturas, coquetéis, festas de 15 anos e jantares de gala.

Agora que você já sabe como usar cada modelo, invista nos que você mais gosta e que realmente atendem suas necessidades e agradam seu gosto pessoal.

 

Em forma, Simone posa mais magra com a irmã Simaria para campanha de lingerie

Além de estarem entre as duplas do sertanejo mais requisitadas para shows, as irmãs Simone e Simaria, mais conhecidas como coleguinhas, impressionam pelo talento e agora pela beleza. As duas são as estrelas da campanha de moda feminina e lingerie da loja de departamento Marisa e foram escolhidas pela marca por representar bem a mulher brasileira. A dupla que integra ao chamado MovimentoFeminejo, aparece vestida com as peças íntimas, entre outros modelos.

Simone posa com Simaria em campanha de lingerie (Foto: Divulgação/Marisa)

 

As irmãs, um dos maiores sucessos do ano na música, acumulam 22,8 milhões de seguidores nas redes sociais e fazem, em média, 20 shows por mês.”São batalhadoras, fortes, e possuem alegria de sobra. Por isso, foram as escolhidas para nos ajudar a transmitir otimismo para o próximo ano e mostrar que é possível presentear e renovar o look sem comprometer o orçamento”, destaca Andrea Sanches, diretora de Marketing da rede.

 

As cantoras Simone e Silmara são as estrelas da campanha da marca Marisa (Foto: Divulgação/Marisa)

 

Desde que foi convidada, ao lado da irmã, para, integrar o time de técnicos do The Voice Kids, na Globo, Simone adotou um estilo de vida mais saudável, além de se exercitar. “Eu queria ficar bem para aparecer na TV, aí amarrei a boca. Tenho diminuído bastante a minha quantidade de comida. E eu adoro comer besteira, mas deu certo, estou mais magra. Não sei ao certo quanto emagreci, mas ja estou vestindo um número a menos. No geral, eu tô aguentando as tentações, mas como não faço um treino fixo e nenhuma dieta específica, às vezes meto o pé na jaca mesmo. Mas estou feliz com resultado e trabalhando pra ficar ainda mais magra”, disse ela na coletiva de apresentação do reality.

Simone e Silmara estarão entre as novas técnicas do The Voice Kids

 

 

Fonte: O Fuxico

CMT realiza sessão solene em homenagem a Campanha do Laço Branco hoje (6)

A Câmara Municipal de Teresina vai realizar hoje (6) uma Sessão Solene em homenagem à Campanha do Laço Branco, que tem como objetivo sensibilizar, envolver e mobilizar os homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher. A sessão foi proposta pelo vereador Deolindo Moura (PT) e vai acontecer às 11h, no plenário da Casa Legislativa.

O vereador Deolindo Moura destaca que a Sessão Solene vai acontecer no Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, data que integra os “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”. Em Teresina, diversas atividades são realizadas em prol do movimento, como palestras e rodas de bate-papo sobre o tema, com o objetivo de enfrentar a situação e evitar novos casos.

A sessão foi proposta pelo vereador Deolindo Moura

 

O parlamentar destaca que a Campanha do Laço Branco tem a missão de promover a igualdade de gênero e relacionamentos saudáveis, sem violência. “O combate à violência contra a mulher é luta que deve ser de todos nós, sem distinção. Uma campanha, nesse propósito, encabeçada por homens é bastante interessante, pois mostra, mais uma vez, que essa situação não pode acontecer. Estou muito honrado em realizar essa audiência e somar o trabalho da Câmara Municipal de Teresina ao combate à violência contra a mulher”, diz.

Laço Branco

 

A Campanha teve início no Canadá em alusão a um evento ocorrido em 6 de dezembro de 1989, na cidade de Montreal, quando o jovem Marc Lepine, de 25 anos, invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, ordenou que todos os homens se retirassem e começou a atirar, assassinando 14 mulheres.  O rapaz suicidou-se em seguida. Marc deixou uma carta justificando o ato: não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso, até então, tradicionalmente masculino.

 

Dicas da Nutri: Como manter a dieta com as confraternizações de fim de ano

 

Manter a dieta no final do ano parece impossível, são inúmeras as confraternizações neste período e o desafio é não ganhar peso com tantas delícias em excesso, já que o carnaval é logo no começo do ano e o desejo de muitos é estar em forma. 

A dica é não ir para a confraternização com fome, antes faça um lanche leve, como um suco, iogurte e sanduíche natural. Leve sempre na bolsa frutas ou barra de cereais, assim você não sairá da rotina.

 

A nutricionista Larissa Waléria traz dicas de como manter a dieta com as confraternizações de fim de ano

 

Segundo a nutricionista, Larissa Waleria, alguns cuidados podem ajudar a não fugir da dieta, como não sair da rotina e comer de 3 em 3h, além de mastigar bem cada porção de alimento. “É importante fazer boas escolhas na hora de montar o prato, de preferência começar com as saladas, legumes e verduras. Na ceia de Natal optar pelo peru, pois é menos calórico que o pernil e tender”, destacou Larissa.

Para a Ceia de Natal planeje um cardápio mais leve, prepare os pratos com produtos light, com reduzida adição de gordura e açúcar. Use temperos naturais (orégano, salsa, limão, azeite e alecrim). Já para as sobremesas, uma ótima opção são as frutas, mas se sentir o desejo de comer algo diferente basta escolher apenas umas das sobremesas e colocar uma porção pequena. 

 

Manter a dieta durante as festas e evitar a compulsão alimentar é quase impossível. Mas, se você se prevenir, dá para comer bem sem se preocupar com a balança!

 

Algumas pessoas esquecem que as bebidas alcoólicas são calóricas, onde 1 grama de álcool equivale 7 calorias. Estas calorias todas serão transformadas em gorduras as quais atrapalharão no emagrecimento. Procure beber com moderação e intercalar o consumo com bebidas não alcoólicas para manter a hidratação do corpo.

A última dica é não levar sobras da confraternização para casa, assim você evita sair da dieta e no dia seguinte volta à rotina de alimentação e exercícios.