Gastronomia

Jantar harmonizado une alta gastronomia e espumante


Aconteceu na noite de ontem(05), no Restaurante Latitude 30 Steakhouse, o Jantar Harmonizado, comandado pelo francês François Hautekeur, enólogo dos espumantes Chandon. François é o enólogo oficial da Chandon Brasil e selecionou um menu exclusivo, que foi acompanhado por espumantes da marca. O evento foi bastante prestigiado.

O enólogo francês François Hautekeur, a empresária Maryanne Pacheco e Magno Freitas, representante da Chandon Brasil

Para abrir a noite, os participantes do jantar harmonizado, aguçaram o paladar com o drink Chandon Fresh, feito à base de Chandon Riche Demi Sec, com duas fatias de laranja e de quatro a cinco cubos de gelo. A bebida foi  servida em taça bojuda, como as próprias para vinho branco.

Já para o prato de entrada, as estrelas foi os canapés de carpacio harmonizados com o Chandon Brut Rose. A degustação do Chandon Brut Rosé começa pela sedução da reluzente e delicada cor rosada lembrando a flor da cerejeira do Japão junto às características de uma ótima efervescência: borbulhas finas, ativas e numerosas com uma espuma abundante formando um colarinho persistente na taça.

Continua conquistando pela sinfonia de aromas a frutas vermelhas como o morango, a amora e a cereja com toques sutis de especiarias doces. E leva ao prazer de uma experiência sensorial única de um paladar extremamente equilibrado: ataque com refrescância, seguido imediatamente da sensação aveludada de grande maciez com volume oriunda do harmonioso “assemblage” e da cremosidade conferida pelas leveduras da segunda fermentação, balanceado com a justa proporção de licor de expedição e com um final agradável meio-persistente sobre toques de frutas vermelhas. Vai bem com outros aperitivos e com saladas diversas, aves, cordeiro,  peixes crus ou grelhados como o salmão ou o atum e queijos neutros.

O primeiro prato foi o com cappelli de espinafre com recheio de palmito e amêndoas e molho branco. O resultado da harmonização das melhores uvas Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico, o Chandon Réserve Brut revela uma grande sutileza aromática lembrando frutas cítricas, maçã verde e frutas secas em um paladar perfeitamente equilibrado.
Elaborado a partir do clássico “assemblage” de três variedades da Serra Gaúcha: Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir.

Caracteriza-se por sua delicada cor amarela com reflexos dourados, sua espuma abundante e persistente com formação de um colarinho no contorno da taça e seu “perlage” de borbulhas finas, ativas e numerosas.O aroma apresenta características florais (flores brancas) e frutadas (cítricos, maçã e um toque de abacaxi) com uma nuance de pão fresco.

O paladar começa por um ataque franco de uma acidez equilibrada, continua com uma nítida sensação de redondeza e frescor; e finaliza com notas de frutas secas e cítricas com uma persistência média. É apropriado como aperitivo e para acompanhar toda a refeição. Destaca-se com peixes grelhados, frutos do mar, saladas de verão e tem uma harmonização toda especial com sushis e sashimis.

 

O segundo prato da noite foi um filé mignon ao molho bigarade com batata recheada com cheddar e bacon. O prato estava delicioso, o filé com uma textura incrível e a bata recheada com cada nota de sabor perceptível no paladar. Para harmonizar, nada melhor do que o Chandon Excellence, considerado um dos melhores espumantes das américas, o excellence é feito apenas com variedades chardonnay e pinot noir, selecionadas exclusivamente dos vinhedos da chandon.


As uvas são colhidas em um estágio de maturação bastante avançado para proporcionar mais personalidade e complexidade ao vinho. Caracteriza-se por sua cor amarelo-dourada com reflexos verdes, espuma bundante e persistente com formação de um amplo colar no contorno da taça. as borbulhas são ativas, muito finas e numerosas. O aroma lembra frutas como ameixa preta, cítricos maduros, amêndoa e avelã fresca em harmonia com notas de torrefação pão torrado e café e toques sutis de especiarias doces, como canela, cravo e caramelo.

 

Já a sobremesa para finalizar a saborosa noite, foi um cheesecake de frutas vermelhas que foi de comer rezando. Para combinar nada melhor do que o suave e delicado Chandon Passion, que traz toda a expressão aromática de frutos tropicais das uvas Malvasia de Cândia e Moscato Canelli que, associadas à uva Pinot Noir, conferem a este sensual espumante sutis tons rosados.

Apresenta uma cor levemente salmão, uma espuma abundante com formação de um colarinho bem definido e borbulhas finas, ativas e numerosas. Os aromas frutados lembram o maracujá, o pêssego, a lichia e o jambo com toques florais de rosas.

No paladar, após um ataque de acidez, a maciez do vinho base e do licor revelam a harmonia e a complexidade deste sutil equilíbrio, com um final intenso a frutas tropicais. Harmoniza muito bem além do cheesecake, com outras sobremesas e com o salmão e as saladas de frutas tropicais. Pode ser também servido como aperitivo com duas pedras de gelo ou simplesmente para acompanhar momentos românticos.

 

 

 


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =