Arquitetura e Decoração

Flores artificiais são práticas e fazem a diferença na sua decoração


Quando o assunto é flor de plástico na decoração de ambientes muitos têm preconceito. Mas a verdade é que elas, quando bem usadas, combinam muito bem com o resto da decoração, são mais baratas e duram mais, como nem todo mundo tem condições de cuidar das plantas naturais, muitas pessoas estão recorrendo à elas.

Antes de torcer o nariz para elas, veja as dicas que separamos para te ajudar a usar as flores artificiais como parte da decoração de sua casa ou local de trabalho, sem deixar o ambiente brega, já que os exemplares disponíveis à venda nas lojas estão cada vez mais parecidos com as plantas reais e chegam a confundir os olhos.

As flores são capazes de deixar qualquer ambiente mais bonito, fresco e receptivo. Além de colorir e embelezar os cômodos da casa, elas também estimulam a sensação de bem-estar e aumentam o contato dos moradores com a natureza.  Em primeiro lugar, os moradores não precisam se preocupar com condições de ventilação, luminosidade, regas e adubo. Também é possível usar toda a criatividade para criar arranjos modernos e autênticos. Vamos lá para as regrinhas básicas para arrasar na sua decoração utilizando as flores artificiais.

1. Réplicas idênticas

As flores artificiais, escolhidas para enfeitar a casa, devem ser réplicas perfeitas das plantas naturais. Compare as flores fake com as reais, observando principalmente a imitação das cores e dos tamanhos. Quanto mais realista, melhor. Cada vez mais, com as novas técnicas, as flores artificiais são capazes de confundir os olhos de tanto que parecem com as naturais.

2. O material

Atualmente nas lojas, é possível encontrar flores artificiais nos mais variados materiais, desde as de plático às de tecido,  silicone, EVA, entre muitos outros materiais. Para escolher uma boa réplica, vale a pena observar com atenção a qualidade do material usado na confecção do objeto decorativo. Ao escolher,  evite o veludo, pois desbota facilmente. Também dê preferência as flores artificiais com caule de arame, afinal, elas podem ser dobradas com facilidade para compor os arranjos.

3. O arranjo

Quando você usa plantas artificiais na decoração, consequentemente tem mais liberdade para confeccionar os arranjos por conta do material ser mais maleável. Experimente fazer uma composição com recipiente transparente, usando materiais como cascas de pinus, serragem, sinzal entre outros. O resultado será um enfeite super moderno e atual.

4. Detalhes

Para que o arranjo artificial pareça realista, é muito importante se preocupar com os detalhes. Você pode incrementar a composição com musgos, espinhos e raízes. Compre, ainda uma essência para borrifar nas pétalas das flores artificiais, pois isso confere uma percepção natural para o arranjo e ainda deixa sua casa com um aroma agradável. A fragrância usada deve ser parecida com a da planta original de preferencia.

5. O recipiente

Como a gente já falou, o recipiente faz a diferença. Acomode as flores artificiais em um recipiente bonito e alinhado ao estilo da decoração predominante. Além do tradicional vaso, você pode usar uma jarra, uma jardineira entre outros objetos diversos. O jarro transparente dá um up a mais quando se tem um bom material para preenche-lo. O da foto abaixo usa a água, só lembre de trocar todo dia, caso for utilizar água, por conta do mosquitos Aedes Egypt, afinal não queremos trazer nenhuma doença para nossa casa e nem para nossos vizinhos.

6. Ambientação

O arranjo artificial não é um item isolado na decoração, por isso ele precisa se harmonizar com o visual do ambiente onde ele será disposto. Busque um equilíbrio com relação as cores, formatos e materiais.

7. Manutenção

As flores artificiais podem durar muitos anos na decoração, desde que a manutenção seja realizada corretamente. O recomendado é lavar as plantas com água e detergente, remover a poeira acumulada no recipiente e deixar longe do sol para evitar o desbotamento.

Fonte: Casa e Festa e Minha Casa Minha Cara

Edição: Felipe Farias

 


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − três =