Notícias

População recebe informações sobre doação de órgãos e transplantes


Aconteceu na manhã desta quinta-feira (28), no auditório do Hospital Dirceu Arcoverde da Polícia Militar (HPMPI), a palestra “Doe órgãos, coopere com a vida” com o especialista em Saúde Pública e Doação de Órgãos, João Gilson de Jesus Cantuária. O evento promovido pela Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas do Piauí – COOPANEST/PI, em parceria com Polícia Militar do Piauí, foi uma oportunidade de levar a população informações com o objetivo de desmitificar como também conscientizar da importância da doação de órgãos e que tal ato é vital para melhorar a realidade dos transplantes no País.

 

O palestrante Gilson Cantuária destacou a ação da Coopanest/PI como exemplo para mudança na realidade no que se refere aos números de doação de órgãos. “Se tivéssemos a oportunidade de contar com mais eventos como este, pelo menos uma vez por semana, seria muito importante na divulgação do processo de doação de órgãos e tecidos para o crescimento do número de transplantes. A população desconhece sobre o tema, que é extremamente complexo e através desta palestra estamos tentando criar multiplicadores e sensibilizando a sociedade, pois não existe transplante sem a participação da comunidade”, explica o palestrante.

 

Segundo Gilson Cantuária, a realidade do Piauí em relação aos dados de transplantes, apesar dos avanços, ainda tem muito a se conquistar. “A doação de órgãos tem crescido, principalmente em 2017, no qual tivemos mais de 30 doações de múltiplos órgãos e conseguimos efetivar 26, além disso, estamos notificando mais pessoas mortas através do diagnóstico de morte encefálica por meio da capacitação profissional. Entretanto, contamos apenas com o Hospital Getúlio Vargas realizando transplantes no Piauí”, revela Gilson.

 

 

O vice-presidente da Coopanest/PI, Tiago Santiago ressalta que a cooperativa realiza atividades sociais ao longo do ano e que a palestra sobre doações de órgãos teve como objetivo tentar amenizar a realidade atual sobre os transplantes no país, em especial no Piauí. “Nosso objetivo é criar a conscientização da população em prol de uma causa tão nobre e a Coopanest/PI chega para atuar como interlocutora pela promoção dos números de transplantes e doações de órgãos do nosso Estado”, pontua Dr. Tiago.


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 16 =