Notícias

Perigo no Carnaval: bebidas falsificadas podem causar sérios danos à saúde


As festas carnavalescas já começaram e os foliões podem enfrentar um grande perigo, as bebidas alcoólicas produzidas de forma ilegal. Elas são prejudiciais à saúde, pois podem conter substâncias químicas nocivas ao organismo, como o metanol, cobre e carbonato de etila, que são muito utilizadas na fabricação dessas bebidas.

 

 

 

De acordo com o hepatologista Juvenal Sousa Neto, a bebida falsificada causa alguns danos à saúde. “Podem ocasionar vômitos, dores abdominais, tontura, sonolência ou em casos específicos danos mais graves. O metanol, por exemplo, usado para fabricação de vodkas falsificadas pode causar cegueira permanente”, ressalta o médico.

 

Algumas dicas ajudam a identificar quando uma bebida é falsa, como conferir o lacre. No Brasil, as bebidas alcoólicas precisam necessariamente ter o selo do IPI, que é o “Imposto sobre Produto Industrializado”, se a garrafa em questão não possuir esse selo, em específico, significa que ela não foi fiscalizada por autoridades brasileiras. Desconfie sempre de preços muito baixos e escolha sempre locais confiáveis para realizar a compra das bebidas.

 

 

Outra forma simples de identificar se a bebida está adultera consiste em apenas pingar o líquido em uma fatia de pão. Se a bebida tiver sido colorizada com iodo, o pão adquire uma coloração preta. Isso acontece porque o amido presente no pão entra em contato com o iodo e altera a estrutura formada pela molécula.

 

Vale ressaltar ainda que ao sentir os desconfortos decorrentes desse tipo de bebidas é importante procurar um médico para analisar os danos causados no organismo.

 


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 4 =