Beleza e Saúde

Fatores de risco em doenças cardiovasculares podem ser evitados


Estima-se que no Brasil,  386.961 mortes tenham sido causadas por problemas cardiovasculares  no ano de 2017. Este ano o número já chega aos 291.828. Os dados são da  Sociedade Brasileira de Cardiologia. No próximo dia 29 é lembrado do Dia Mundial do Coração. A data tem por principal objetivo mobilizar a sociedade e especialistas a respeito dos cuidados e prevenção das doenças cardiovasculares.

Ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais geralmente são eventos agudos causados principalmente por um bloqueio que impede que o sangue flua para o coração ou para o cérebro. E as doenças cardiovasculares terminam sendo a principal causa de mortes no mundo, mas essa mortalidade tem diminuído muito porque nos dias atuais se trabalha muito a prevenção das causas e o diagnóstico esta mais acessível.

 

O médico Maurício Paes Landim, diretor clínico do Hospital Rio Poty

 

De acordo com Maurício Paes Landim, cardiologista e diretor clínico do Hospital Rio Poty, a maioria das doenças cardiovasculares pode ser prevenida por meio da abordagem de fatores comportamentais de risco. “Entre os principais estão o uso de tabaco, dietas não saudáveis e obesidade, falta de atividade física e uso nocivo do álcool”, afirma.

Outro alerta do cardiologista é de que alguns fatores de risco como hipertensão, diabetes, hiperlipidemia ou doença já estabelecida devem ser verificados e são nestes cuidados que se deve também trabalhar a prevenção e o alto risco cardiovascular.  Os cuidados preventivos devem começar na infância com estimulo dos pais para que as crianças tenham hábitos alimentares mais saudáveis, pratiquem esportes, procurar saber se há histórico na família de doenças cardiovasculares e ou outros fatores de risco.


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 3 =