Beleza e Saúde, Notícias

Especialista dá dicas para aproveitar o Carnaval com saúde e sem ressaca.


O Carnaval está começando e já tem muita gente animada para aproveitar a folia. No entanto, para não perder o pique e manter a saúde em dia é necessário ter alguns cuidados com a alimentação. O alerta é feito pela nutricionista Alessandra Fontenelle que fez um balanço dos alimentos que têm sinal verde (ou seja, podem ser consumidos sem restrições) e aqueles que têm sinal vermelho (que devem ser evitados) para aproveitar a maratona carnavalesca, seja nos blocos ou na passarela do samba, sem nenhuma preocupação.

A especialista do Hospital Rio Poty, situado na zona Norte de Teresina, indica alimentos leves e balanceados na folia, além disso ela orienta aos foliões o consumo de muito líquido, como por exemplo, sucos naturais e água de coco. Para quem exagera na bebida alcóolica, a recomendação é que intercale o consumo com água, frutas e barra de cereal, assim, evitando efeitos mais danosos. “Aconselho que intercale com água, frutas, barra de cereal para evitar um problema maior durante a folia pois com o consumo exagerado de bebida alcoólica o corpo passa por um processo de desidratação causando um problema maior”, frisou.

 

 

Aos foliões que passarão o carnaval no Piauí, a dica é não descuidar da hidratação, com as altas temperaturas, o cuidado deve ser redobrado, assim, eles poderão curtir a folia de momo na sua plenitude e esbanjando saúde. “Devido a nossas altas temperaturas, sol intenso o corpo precisa de cuidados com a hidratação, ingerir bastante água para que o corpo aguente os dias de folia”, indica Alessandra Fontenelle, nutricionista do Hapvida.

1. De quais tipos de alimentos os foliões devem se distanciar quando o assunto é manter o pique e pular o carnaval sem correr riscos de prejudicar a folia por causa de má alimentação?

Alessandra Fontenelle – Alimentos gordurosos, frituras devem ser evitados pelos foliões pois além de prejudicar a digestão, causa uma sensação de estudante, moleza além de azia provocando a mobilidade durante esse perigoso. Além deles devemos evitar alimentos preparados com maionese, molhos, creme de leite pois são muito perecíveis estragam facilmente e pode atrapalhar a diversão do folião.

2. Aqueles que obedecem dietas mais rigorosas o ano inteiro estão permitidos sair da dieta no período do Carnaval, assim como muitos fazem no Natal, ou é possível curtir a folia e manter os mesmos hábitos alimentares?

Alessandra Fontenelle – É possível sim pois consumindo alimentos mais leves, optando por frutas, sucos barrinhas de cereais, comendo de 3 em 3 horas e até consumindo carboidratos de boa qualidade o folião estará pronto para enfrentar os dias de folia.

3. Quanto aos líquidos? As pessoas costumam exagerar no consumo de bebida alcoólica e sofrem as consequências, que cuidados os que não abrem mão de beber devem tomar? Há alguma recomendação para amenizar os efeitos da ressaca?

Alessandra Fontenelle – Devido a nossas altas temperaturas, sol intenso o corpo precisa de cuidados com a hidratação, ingerir bastante água para que o corpo aguente os dias de folia. Em relação àquelas pessoas que costumam exagerar na bebida alcoólica aconselho que intercale com água, frutas, barra de cereal para evitar um problema maior durante a folia pois com o consumo exagerado de bebida alcoólica o corpo passa por um processo de desidratação causando um problema maior. Para amenizar os efeitos da ressaca o ideal é que o folião opte por ingerir muito líquido, investir nos sucos naturais, água de coco, frutas com bastante água, como melancia, tangerina, maçã e melão além de pratos leves e caldos.

4. No caso do Piauí com o nosso clima e hábitos alimentares de dias de festa como as comidas de rua, como os pratos tipo Maria Isabel e creme de galinha que fazem o famoso arrumadinho, alguma recomendação especial em relação a estes pratos e outros também muito consumidos na rua?

Devemos sempre ter cuidado com alimentos vendidos nas ruas, pois os alimentos que não estão em temperatura adequada se estragam com facilidade causando prejuízos. Além de ficar sempre atento às condições higiênicas do local, evite lanches produzidos em locais de procedência duvidosa. Geralmente alimentos vendidos em barraquinhas podem possuir diversos microrganismo que fazem mal à saúde. O ideal é sempre levar seu alimento, como uma barra de cereal assim poderá curtir o carnaval com segurança.

 Receita de um suco detox para curar a ressaca:

200 ml de água de coco

1 fatia de abacaxi

1 lasca de gengibre

Bate tudo no liquidificador e consumir imediatamente.


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − dez =