Notícias

Dom Jacinto é agraciado com título de cidadania piauiense


A Assembleia Legislativa do Piauí concedeu nesta terça-feira (22) título de cidadania piauiense ao arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito. A honraria foi proposta pelo deputado estadual Luciano Nunes, uma forma de homenagear o arcebispo que é natural de Bacabal, no Maranhão.

Para Luciano Nunes, Dom Jacinto Brito tem cumprido sua missão junto à Igreja Católica em Teresina, seguindo o evangelho de Jesus. “Nosso arcebispo desenvolve um trabalho social de catequese, inspiração, humanização, e tem um testemunho muito forte de solidariedade e fraternidade. Portanto, é uma justa homenagem que nós piauienses prestamos ao arcebispo, que tem uma história de vida e luta e que já deu uma contribuição imensa para Teresina e para o Estado do Piauí”, disse o deputado.

 

Jacinto Furtado de Brito Sobrinho, é natural de Bacabal, no Maranhão. Realizou seus primeiros anos de estudos no Grupo Escolar Osvaldo Aranha (1ª a 4ª séries) e no Colégio Nossa Senhora dos Anjos (5ª a 8ª séries), em Bacabal. Fez estudos secundários no Seminário Santo Antônio, em Campina Grande. Estudou Filosofia no Seminário Provincial de Fortaleza e no Seminário Regional do Nordeste, em Recife. Cursou Teologia no Seminário Regional do Nordeste, em Recife. Possui formação em psico-pedagogia.

Foi ordenado padre no dia 15 de janeiro de 1972, em Bacabal, e nomeado bispo de Crateús pelo Papa João Paulo II, em 18 de fevereiro de 1998. Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho foi o 2º bispo diocesano de Crateús, sucedeu a Dom Antônio Batista Fragoso. É o 7º arcebispo de Teresina, sucedendo a Dom Sérgio da Rocha.

Comecei minha missão na Arquidiocese de Teresina em fevereiro de 2012, uma missão bastante gratificante e enriquecedora. Me ordenei padre em 1962, atuei nos Estados do Maranhão, Pernambuco, Bahia e Piauí, mas somente aqui me sinto totalmente num ponto de apoio. O Piauí é o Estado mais católico do Brasil e me sinto bastante confortável no Estado. Espero honrar o meu papel de cidadão piauiense”, afirmou Dom Jacinto Brito.

 


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dois =