Beleza e Saúde

Cuidados com a voz marcam o mês de abril


No dia 16 de abril é celebrado o Dia Mundial da Voz. A data tem como principal objetivo chamar a atenção da população em geral para os cuidados de preservação da voz, ficando alerta às alterações da voz, que podem ser um sinal de doenças. O câncer de laringe é um exemplo preocupante de como a falta de importância com a voz pode se manifestar

A fonoaudióloga Michele Izaias alerta da importância de difundir hábitos saudáveis na manutenção da qualidade vocal para a necessidade de boas condições independente dela ser ou não um instrumento de trabalho.

Michele Izaias ainda frisa a importância em evitar certos descuidos como gritar e abusar do pigarro, poupar a voz dentro de um ambiente com muito ruído, ou usar sprays e pastilhas para amenizar uma alteração vocal. “Tudo isso traz um prejuízo a nível de prega vocal, mascarando sintomas e gerando uma rouquidão posterior”, informa.

Em casos de alterações vocais que duram mais de duas semanas recomenda-se a procura de um profissional para avaliação especializada. O cigarro e o uso excessivo de álcool são agravantes que podem propiciar um câncer nas pregas vocais ou em estruturas próximas a ela. Quando o câncer é diagnosticado em estágio inicial, as chances de recuperação são maiores.

O otorrinolaringologista, Erick Barros indica cuidados básicos para prevenção

 

Cantores, dubladores, locutores e atendentes de telemarketing são alguns dos profissionais que necessitam manter a qualidade vocal para exercerem a sua função. Leonardo Carvalho, cantor da banda Xenhenhem, admite praticar uma série de exercícios dentro da profissão e aponta a necessidade de hidratação regular com água em temperatura ambiente para aliviar o instrumento de trabalho.

“Antes e após o show, faço um alongamento da cabeça e pescoço, aquecimento vocal, exercícios de canto e me mantenho hidratado bebendo água em temperatura ambiente. Além disso, realizo exercícios durante a semana para treino vocal”, revela o cantor Leonardo Carvalho.

Algumas doenças e condições como a má alimentação, doenças gastrointestinais, cardiorrespiratórias e alérgicas podem afetar e até causar a perda da capacidade vocal. O otorrinolaringologista, Erick Barros indica cuidados básicos para prevenção. “O ideal é que profissionais com elevada demanda vocal realizem fonoterapia para uso correto da voz, além de instrumentos de amplificação, como o microfone, e ingerirem bastante água durante suas atividades para hidratação adequada do trato vocal”, explana.

Como a voz é um instrumento de trabalho essencial para muitos profissionais, outra dica da fonoaudióloga Michele Izaias é que se deve evitar alguns alimentos como o café, a água gelada e comidas gordurosas como o chocolate durante o dia ou antes do uso da voz profissionalmente.

A fonoaudióloga Michele Izaias

 


Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =