Empresas em crise precisam de novas condições para crescer e gerar emprego

Diante do cenário econômico atual brasileiro, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) está defendendo o aperfeiçoamento do Programa de Regularização Tributária (PRT), que parcela as dívidas das empresas com o Fisco. As bases do programa, que estão na Medida Provisória 766/2017, em tramitação no Congresso, representam um avanço diante das condições atuais, mas são insuficientes para garantir o pagamento efetivo dos impostos atrasados e melhorar a arrecadação do governo.

Por isso, a indústria apoia as emendas parlamentares que visam a melhoria das condições do programa. Pelo menos 150 das cerca de 370 emendas apresentadas por parlamentares ao texto do governo, que incluem o aumento do número de parcelas e a redução de multas, juros e encargos, têm esse objetivo e facilitam a adesão das empresas ao programa. Na avaliação da CNI, o grande número de emendas apresentado por parlamentares de mais de 17 partidos e 20 estados demonstra a preocupação suprapartidária com a crise vivida pelas empresas e o país.

A CNI destaca que condições mais favoráveis para o parcelamento das dívidas são necessárias porque a crise econômica, que já perdura por três anos, debilitou as finanças das empresas brasileiras. Em 2016, por exemplo, o faturamento da indústria de transformação teve uma queda de 12,1% frente a 2015. Foi o terceiro ano consecutivo de queda nas vendas do setor, como mostra a pesquisa Indicadores Industriais, da CNI.

Além disso, os juros altos e as dificuldades de acesso ao crédito pioraram a situação das empresas. “Com a recessão, muitas empresas estão endividadas e não conseguiram pagar os impostos devidos”, afirma o economista da CNI Mário Sérgio Carraro Telles. Ele explica que a inadimplência com o Fisco tem um custo elevado que vai além das multas e dos juros: a empresa fica com o cadastro negativo, não pode obter financiamento em bancos públicos e fica impedida de participar de licitações. “Por isso, a regularização das dívidas tributárias é fundamental para a recuperação financeira das empresas e a retomada da atividade econômica”, destaca Telles.

As principais propostas defendidas pela CNI para o aperfeiçoamento do Programa de Regularização Tributária são:

  • Permitir o pagamento da dívida em 240 prestações mensais e sucessivas, calculadas a partir de um percentual sobre a receita bruta do mês anterior, ou sobre a receita bruta mensal média de 2016, o que for maior. Esse percentual deve ser variável, de acordo com o porte da empresa.  O PRT permite o pagamento em, no máximo, 120 prestações mensais, com parcelas menores, porém crescentes, nos três primeiros anos e o saldo remanescente dividido em percentuais iguais em 84 prestações mensais.
  • Estipular redução de multa, juros e encargos legais. A proposta é adotar os percentuais de redução estabelecidos na Lei 11.941/2009 (Refis da Crise).  O PRT não prevê redução de multas, juros e encargos.
  • Ampliar a possibilidade de uso dos créditos tributários no abatimento das dívidas que serão parceladas no PRT. O programa não permite, por exemplo, o uso de créditos de prejuízo fiscal na quitação das dívidas que estão no âmbito da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).
  • ​Retirar a exigência de apresentação de carta de fiança ou seguro garantia judicial para parcelamentos de débitos com valor superior a R$ 15 milhões no âmbito da PGFN. O custo elevado para obtenção dos dois instrumentos exigidos pode inviabilizar a adesão das empresas ao PRT.
  • Permitir a inclusão no parcelamento do PRT de todas as dívidas com a União, inclusive aquelas administradas por órgãos da administração direta e indireta, fundações e autarquias, como Ibama e Anvisa.

Escolha das majestades abre oficialmente o carnaval de THE

Iniciando oficialmente o calendário do Carnaval 2017 de Teresina, a escolha das majestades da folia movimentou a noite da última sexta-feira(10). O evento é realização da Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC). Este ano, a Fundação inova no Carnaval coroando também a primeira Rainha Trans. A eleita foi Andressa Kawuany.
Com mais de 2.500 pessoas, o Theresina Hall foi palco de um verdadeiro espetáculo cultural. A música ficou por conta do grupo Samba do Coreto, que batucou em canções conhecidas e veneradas pelos foliões. Para o presidente da FMCMC, Luís Carlos Alves, a experiência de celebrar a escolha de reis e rainhas é uma forma de manter viva uma tradição. “É maravilhoso poder acompanhar todo o processo de escolha, é gratificante ver a animação do público e a emoção dos candidatos. Nosso objetivo é manter viva uma cultura e levar alegria a população”, disse o presidente.
Dando início aos desfiles, os candidatos da terceira idade arrancaram aplausos de todos os presentes. Na disputa pelo prêmio de R$ 2.000 estavam quatro homens e nove mulheres, dentre eles, João Batista e Antonia Alves de Sousa, foram coroados as autarquias da terceira idade.
Um dos momentos mais especiais da noite foi a coroação das novas majestades da acessibilidade, conhecidos com Juca e Fatinha, e a despedida dos representantes de 2016. Para a jornalista e jurada Graça Batista, é prazeroso participar de um evento que envolve a comunidade com questões culturais e sociais. “É uma alegria participar da banca de jurados em um evento que reúne a comunidade, mostra os talentos espalhados pelos bairros e valoriza a cultura local, nosso carnaval e a paz”, ressalta.
A noite foi ganhando mais ritmo e ficando com ar competitivo quando os candidatos a Rei e Rainha tradicionais subiram ao palco. Oito candidatos a Momo esbanjaram alegria e malemolência na passarela, mas com mais da metade dos votos o título ficou com João Paulo. Assim como os homens, as quatro candidatas a Rainha, mostraram muito samba no pé, beleza, postura e animação. A disputa foi acirrada garantindo o empate entre duas concorrentes e uma nova votação do júri, que coroou Karolina Letícia. Os dois levaram o prêmio no valor de R$ 4.000.
Durante toda a festa, as torcidas organizadas mostraram muita empolgação ao levantarem cartazes e gritos de guerra ensaiados.
Segundo a jurada e jornalista Dina Magalhães, a folia não representa somente festa e sim um papel social diante a sociedade. “A Prefeitura tem um papel fundamental junto com a FMCMC, de realizar essa grande festa popular inclusiva, misturando pessoas que normalmente eram excluídas da sociedade”, afirmou a jornalista.
Finalizando a noite e com o objetivo de ser uma plataforma para a causa das pessoas trans e pela busca da igualdade, quatro candidatas competiram para ver quem seria coroada como a primeira Rainha Trans do Carnaval de Teresina. Mostrando um gingado único e uma simpatia ímpar, a jovem de 25 anos, Andressa Kawuany levou o título e o prêmio de R$ 2.000. Segundo a jovem, o momento enfatiza a igualdade de gêneros. “Eu estou sem palavras para descrever o que sinto”, disse.

Museu do Piauí será reaberto após reforma

Depois de passar por uma ampla reforma, o Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes (MUP) será reaberto nos próximos dias (13). A solenidade terá a presença do governador Wellington Dias e do secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo. Na oportunidade, haverá apresentação do Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Teresina e abertura da exposição temporária “Piauí Paisagens”, com fotografias de Aureliano Muller, Paulo Barros, Manoel Soares e Juscelino Reis.

O MUP possui acervo diversificado que compreende desde o período pré-histórico ao contemporâneo. A reforma, iniciada em junho de 2016, contemplou melhorias na estrutura física, além da implantação de um novo projeto museográfico. O palácio situado no Centro de Teresina ganhou novas salas, além de pinacoteca (galeria de pinturas) e recursos didáticos que auxiliarão no ensino-aprendizagem.

O projeto contempla uma nova disposição das salas do Museu do Piauí, com o devido suporte, adequação e iluminação. “O museu tinha algumas salas dedicadas a exposições de artes, mas eram amostras que não tinham o devido suporte. Nós vamos montar uma pinacoteca com vários seguimentos na área das artes plásticas”, comenta o arquiteto responsável pelo projeto, Paulo Vasconcelos.

Novidades

Na nova organização interna das salas do museu haverá espaço dedicado à arte sacra. As peças ganharão nova cenografia, possibilitando recursos de comunicação mais atrativos para o público que visita o local. Duas salas dedicadas às culturas negra e indígena serão montadas, além do tradicional espaço dedicado à história do Piauí.

Os ex-governadores piauienses também ganham lugares de destaques no palácio. Peças da família dos ex-governadores Eurípedes de Aguiar e Leônidas Melo, dentre outros, serão expostas no MUP. O museu também passa a expor aos visitantes peças da escritora e jornalista Genu Moraes, filha do ex-governador Eurípedes de Aguiar.

“Nesse novo projeto, o museu vai ficar mais atualizado, interessante, confortável e o acervo será mais valorizado. Passamos a dar a devida atenção às peças já existentes, que vão dividir o espaço com novas peças adquiridas e doadas para o nosso museu, que a partir de agora ficará à altura dos museus mais atualizados do Brasil. Esperamos, com isso, revitalizar o palácio e atrair um público ainda maior”, afirma a coordenadora do Museu do Piauí, Dora Medeiros.

Entre as novidades, Dora cita ainda a presença de objetos pertencentes às comunidades remanescentes indígenas do Piauí: Tabajara e Cariri. “O museu tem um papel muito importante na preservação dessa cultura indígena, que não poderia ficar de fora desse novo projeto”, completa a coordenadora.

A equipe do novo projeto realizou um trabalho de pesquisa que abrange a intervenção em vários espaços, com o objetivo de tornar o museu mais didático e, assim, melhorar a interação com as escolas. No pátio será colocada uma espécie de linha do tempo referenciando os principais momentos históricos, para facilitar a compreensão de conteúdos vistos em sala de aula. O objetivo é que o museu se torne uma extensão das escolas, servindo como base para educadores na consolidação do ensino. Outra novidade é a aquisição de mais peças que retratam a cultura popular.

Reforma

A reforma contemplou a parte elétrica e hidráulica, incluindo ainda a climatização, que vai oferecer mais conforto aos visitantes. Desde 1980, o local não sofria uma intervenção como essa.

“Além da reforma física, que é a maior dos últimos anos, nós fizemos um trabalho de pesquisa sobre os espaços e ambientes que estão sendo refeitos. Reabriremos o museu com acervo restaurado e uma nova museografia”, afirma o secretário da Cultura, Fábio Novo.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), investiu cerca de R$ 360 mil na reforma do Museu do Piauí. Além disso, o novo projeto museográfico, orçado em R$ 300 mil, foi realizado com apoio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura  (Siec).

Histórico

Em 1934, por iniciativa do professor Anísio Brito, foi criada uma sessão do Museu do Piauí no Arquivo Público. No entanto, o museu só seria fundado em 1941, e só em dezembro de 1980 ganharia o Palácio da Praça da Bandeira como sede própria, na gestão do então secretário da Cultura, Wilson Brandão.

O Museu do Piauí possui um acervo eclético, com aproximadamente sete mil peças. Integram este acervo artefatos pré-históricos, como peixes e troncos fossilizados, louças da Companhia das Índias, porcelanas chinesas e inglesas, mobiliário e quadros do século XIX, como a famosa tela de “Dom Pedro II” de Victor Meirelles, além de obras de arte contemporânea de renomados artistas piauienses como Gabriel Archanjo e Dora Parentes, dentre outros.

Também são encontrados no acervo do museu: cédulas, moedas, medalhas, indumentárias da guarda nacional, machados primitivos, urna funerária, arcos, flechas, artesanato piauiense, entre outras peças de relevância cultural.

Carnaval invade o centro de Teresina neste sábado(11)

Quem for para o Centro da cidade neste sábado (11) realizar compras vai se deparar com muita alegria e festa. A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC), em parceria com o Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas/PI), levará sua Trupe de Carnaval para as ruas do Centro.
Imagem Ilustrativa
A partir das 10h, a trupe carnavalesca da FMCMC sairá da frente do Clube dos Diários e seguirá pelas ruas Paissandu, 13 de maio, Simplício Mendes, Praça Rio Branco, retornando para o ponto de partida no Clube dos Diários. Na trupe estarão Rei e Rainha do Carnaval, corpo de baile do Teatro do Boi, atrizes do bloco das raparigas, acompanhadas de banda que animará quem estiver pelo Centro com marchinhas de carnaval e muita festa.
“O Sindilojas já tem uma parceria firme com a Fundação de Cultura e nos convidou para participarmos da abertura da programação de vendas das lojas do Centro para o carnaval. Vamos levar nossa trupe carnavalesca para tornar esse momento mais alegre e divertido, além de ser uma ótima oportunidade para despertar o interesse do consumidor e resgatar a população para ações no Centro da cidade”, explicou Kleiton Marinho, gerente de Promoção Artística e Cultural da FMCMC.

Nelson Nery Costa lança Vade Mecum e revista sobre direito

 

O jurista e presidente da Academia Piauiense de Letras, Nelson Nery Costa, fará o lançamento da sétima edição do Vade Mecum Jurídico e a nova edição da revista “Direito Hoje”. O evento acontecerá nesta sexta-feira (10), no Espaço Canoas do Blue Tree Hotel, a partir das 20h.

O livro Vade Mecum é a principal referência para os advogados, tanto estudantes como profissionais. É uma compilação das leis que regem o Direito, de forma atualizada. Nelson Nery lança a obra numa parceria com a editora All Books, de Pirassununga (SP).

 

“Estamos lançando a sétima edição do Vade Mecum Jurídico. É também um desafio. Ele já está nas bancas e nas livrarias, com preço bem acessível, proporcional aos outros. É um livro de consulta, de coletânea de leis, uma Bíblia para o advogado. Tem também um brinde que vem com ele: um CD com provas de concursos. Ele tem uma distribuição nacional e aqui no Piauí estamos distribuindo em todas as livrarias”, destaca o autor.

 

Já a revista é uma publicação que já se tornou referência também no meio jurídico e se propõe a discutir os assuntos que permeiam o Judiciário brasileiro na atualidade.

 

“A Revista Direito Hoje está no seu 12º número, relativo a 2016/2017. Uma revista que vem se firmando ao longo dos 10 últimos anos com uma linguagem moderna, visualmente agradável, com matérias que falam dos assuntos do momento, com decisões dos tribunais superiores, esse momento de extrema ebulição que estamos vivendo no país, com artigos e contos também escritos por advogados. É uma miscelânia de assuntos palpitantes”,

 

Defensor público estadual, professor da UFPI, mestre e doutor em Direito, Nelson Nery é um dos mais respeitados juristas do país. Presidiu a Caixa de Assistência dos Advogados do Piauí e a Ordem dos Advogados do Brasil, seção do Piauí e pertence à União Brasileira de Escritores (UBE-PI) e ao Instituto de Advogados Brasileiros

Violência contra a mulher é tema de campanha no carnaval de Teresina

Coibir a violência, levar reflexão sobre atos violentos e sensibilizar a população para prevenção à violência contra mulher. Este é o objetivo da Campanha “Marcas de Alegria”, que será realizada pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM) nos eventos que antecedem o carnaval.

Créditos: Ascom/SMPM

A campanha está em sua terceira  edição  e estará presente nos eventos que antecedem o carnaval, com a distribuição de leques que levam o nome da campanha. “Infelizmente, esses momentos que deveriam ser de alegria são onde se revela comportamentos violentos, de abuso e exploração das mulheres. A campanha chama atenção para que as marcas deixadas no carnaval sejam de alegria, e não de violência”, explica  a secretária  municipal de Políticas Públicas para as Mulheres , Macilane Gomes.

 

A primeira ação acontece nesta quarta-feira (08), às 18h, no Teresina Shopping. As ações seguintes acontecem no dia 10 de fevereiro, às 19h, no Teresina Hall; dia 15, às 19h, no Teatro do Boi. Finalizando dia 18 de fevereiro durante o Corso de Teresina. Durante o percurso haverá distribuição de leques informativos de combate à violência contra a mulher.

“Essa é uma forma gradativa de estarmos fazendo parte desses eventos que antecedem o carnaval para que as pessoas sejam sensibilizadas para uma cultura de não violência e, em especial, contra a mulher”, enfatiza Macilane.

 

Ao todo serão distribuídos 10 mil leques informativos. O material conterá informações relacionadas à Lei Maria da Penha e o telefone para denúncias de violência contra a mulher. Esse ano a campanha conta  com a parceria da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e de Assistência Social; Coordenadoria Estadual da Mulher; Secretaria Municipal da Juventude; Secretaria Estadual de Segurança Pública; Fundação Cultural Monsenhor Chaves; Ministério Público – NUPEVID e Superintendência de Desenvolvimento Rural.

Congresso das Cidades tem data marcada para começar

O Congresso das Cidades do Piauí acontecerá entre os dias 13 e 15 de março, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Piauí, Fiepi. O evento tem como objetivo reunir os gestores municipais para a busca de conhecimento e aprimoramento da administração pública, incentivando-os à prática de políticas públicas eficientes para o desenvolvimento local. 

Entre as atividades do Congresso estão palestras, consultorias e oficinas sobre gestão pública, parcerias público-privadas, planejamento, territórios de desenvolvimento, financiamento de projetos, infraestrutura, contas públicas e previdência. O evento contará ainda com exposições, feiras e encontro de negócios.

“Durante esse grande evento serão apresentadas e disseminadas propostas para os gestores municipais. A ideia é prepará-los para fomentar o desenvolvimento econômico local, com foco no fortalecimento dos pequenos negócios das cidades”, ressalta o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda.

O Congresso pretende alcançar prefeitos, vereadores, secretários, primeiras-damas, contadores, advogados, agentes de desenvolvimento e empresários. Ao todo, são esperados cerca de cinco mil participantes.

“A equipe do Sebrae já está mobilizando as autoridades municipais para que se inscrevam e contribuam com o Congresso das Cidades. De norte a sul do Estado, por meio dos escritórios regionais da instituição, estamos realizando um intenso trabalho de sensibilização para esse evento, que evidencia a municipalidade”, comenta a gerente da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae no Piauí, Solange Azevedo.

O Congresso das Cidades é uma realização do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí; TV Cidade Verde e Governo do Estado. O evento conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e da Fundação Nacional de Saúde, Funasa; tendo ainda o apoio da Fiepi, Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria, Sesi; Tribunal de Contas do Estado do Piauí, TCE; e Associação Piauiense de Municípios, APPM.

As inscrições estão disponíveis no endereço eletrônico www.cidadeverde.com/congressodascidades. Maiores informações na Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae no Piauí, localizada no 2º andar do prédio da instituição em Teresina, na Av. Campos Sales, nº 1046 – Centro; ou pelo telefone (86) 3216-1314. Os interessados podem também procurar os escritórios da instituição nas cidades de Parnaíba, Piripiri, Picos, Floriano, Bom Jesus e São Raimundo Nonato.

Presidente do Supremo convoca Juiz piauiense para o CNJ

A presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmen Lúcia Antunes Rocha, convocou o juiz piauiense Marcelo Mesquita Silva para auxiliar os trabalhos do CNJ na área de Tecnologia da Informação, como, por exemplo, o Processo Judicial Eletrônico (PJe).

Registro de Marcelo Mesquita Silva(Foto: Divulgação)

O magistrado, que assume suas funções junto ao Conselho nesta segunda-feira (7), descreve a convocação da presidente do CNJ como um reconhecimento à magistratura piauiense e descreve os principais desafios da nova função. “É uma grande responsabilidade, que assumo com muita honra, e espero atender a contento. Essa convocação representa um voto de confiança à magistratura piauiense e mostra que o Estado pode prestar um serviço de qualidade também em outras esferas da Justiça brasileira”, frisa o magistrado.

O presidente da Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi), Thiago Brandão de Almeida, diz que “a escolha do juiz Marcelo Mesquita é mais que merecida e simboliza a atuação significativa da magistratura piauiense. Desejamos sorte e bom trabalho ao colega, que tem larga experiência na sua área de atuação e, sem dúvida, alcançará grandes resultados nesta nova função”.

 

Graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (1999), Marcelo Mesquita Silva possui Especialização em Mercado, Sociedad y Estado en la Era de la Globalización, pela Universidad Castilla La Mancha; na Espanha. É Mestre em Direito Internacional Econômico pela Universidade Católica de Brasília. Atuou mais de 6 (seis) anos como Consultor em Comércio Internacional, inclusive junto ao Trade Point Fortaleza. É juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí desde 2002. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Informática Jurídica, Direito Internacional e Direito Processual Penal. Foi membro do Comitê Gestor de Informática e Modernização do CNJ.

 

Palestrante na seara da Informática Jurídica e Direito da Informática, mormente sobre os temas: Processo Judicial Eletrônico e Cibercrimes. É professor convidado da Escola Superior do Ministério Público da Associação do Ministério Público do Piauí e da Escola Superior da Magistratura do Estado do Piauí e autor do Livro Processo Judicial Eletrônico Nacional, publicado pela Editora Millennium em 2012.

Parque da Cidadania se consolida como espaço de lazer e esportes

O professor Marinalvo de Oliveira Mendes tem o Parque Estação Cidadania como um dos seus lugares preferidos para  a realização das atividades de lazer com os dois filhos pequenos, Antony e Sophie, de quatro e dois anos de idade, respectivamente. Para ele e para muitas outras pessoas, o Parque Estação Cidadania já se consolidou como espaço de esporte, de lazer e de festas, figurando como um dos mais bonitos cartões postais de Teresina.
Foto: Cidade Verde
“É essencial esse contato das crianças com o verde e com áreas abertas como essa, proporcionando atividades diferentes do uso de computadores. Isso é algo que os mais velhos tiveram facilmente e hoje em dia as crianças estão perdendo. E o parque é uma boa opção para fazer esse contato das crianças com a natureza”, atesta o professor Marinalvo.
O Parque Estação Cidadania, que foi inaugurado em junho do ano passado, tem 8,3 hectares de área e conta com uma estrutura adequada à prática de esportes, caminhadas, shows, apresentações culturais, passeios em família e socialização. No espaço, é sempre possível ver pessoas realizando piqueniques, festinhas de aniversário, ensaios fotográficos e gravação de programas de TV.
Foto: Wilson Filho
Quem sempre aproveita os fins de tarde no parque é Antônia de Sousa, que leva a filha Maria Sofia pra brincar, e de Jaqueline Araújo, que vai ao local com o pequeno Adryel, de um ano e seis meses, para passeio de bicicleta.
Já Graça Brito leva os dois filhos, Eduarda Santiago e Gustavo Santiago, para aproveitar o local e fazer uma caminhada em família. “Todo final de tarde estamos aqui fazendo caminhada e, às vezes, aproveitamos a aula de zumba às quintas-feiras. O ambiente é calmo e nos traz a segurança de fazer uma atividade física sem nos preocuparmos”, destaca Graça Brito.
Parque é usado como espaço para festas
Para o prefeito Firmino Filho, o Parque da Cidadania é um espaço completo, onde é possível desenvolver uma infinidade de atividades esportivas e de cultura, para o convívio dos teresinenses e para as pessoas que visitarem Teresina. “O Parque é uma excelente área de lazer e ficamos felizes que a população tenha se apropriado do espaço. Isso demonstra que o parque está cumprindo sua função”, diz.
O amplo espaço aberto e arborizado é mais uma característica do local que atraiu os amigos Neto Pinheiro, Ágata Silva e Lauciane Sousa. Eles realizaram um piquenique para celebrar o aniversário surpresa de uma das amigas de infância, Karine Machado. “É um lugar que a aniversariante sempre frequenta,tanto por conta do espaço e da beleza do local”, aponta Neto Pinheiro.
Os amigos Hitaedson Ribeiro, Layra Yohana e Daniel Freire aproveitam o espaço aberto para ensaios musicais. “A gente sempre vem ensaiar por aqui. O parque faz muita diferença na cidade. Sempre gostamos dos eventos realizados aqui, até porque agrega valor culturalmente para Teresina”, afirma Layra Yohana.
O casal de namorados André Queiroz e Lívia Maria fazem passeio pelo Parque Estação Cidadania semanalmente.  “Além do ambiente seguro e da beleza da área verde, o parque representa uma memória importante, pois foi o local do primeiro beijo”, conta André.
Pistas de skate e ciclismo são atrativos do Parque
 
O estudante Lucas Santos Costa, de 19 anos, assume que frequenta o parque por causa da ampla pista de skate.  “É uma das melhores de Teresina. Além disso, o local proporciona conforto, a gente se sente à vontade e o ambiente pode ser frequentado por todos”, elogia o estudante. A pista de skate do Parque Cidadania foi concebida em parceria com a Associação dos Skatistas e é uma das maiores do Nordeste.
Já a estudante Pérola Miranda é atraída ao Parque por causa da pista de ciclismo. Ela frequenta o espaço aos finais de semana ou em dias de folga das atividades escolares para pedalar com os amigos.
Quem visita o espaço sempre tem alguma opção de atividade, como o grupo de capoeira, que se reúne todas às terças e quintas-feiras, no horário das 18h às 20h.  O local possui ainda anfiteatro com capacidade para 1.500 pessoas, palco com camarim e banheiros, espelho dágua e pergolados.
Visitantes tem estacionamento e wi-fi
Os visitantes ainda contam com o conforto de acesso a um estacionamento com capacidade para 282 automóveis. Além da estrutura física, o Parque conta ainda com wi-fi gratuito, com funcionamento semelhante ao projeto wifi nas praças, sendo necessário apenas um cadastro para o acesso.
Na visita ao Parque, os teresinenses ainda podem conferir o museu de arte santeira,  uma academia, playground para as crianças e fontes luminosas.
A Administração do Parque é feita pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte, da Prefeitura de Teresina. De acordo com José João Braga, superintendente de Desenvolvimento Urbano Centro-Norte, o Parque está a serviço dos teresinenses e tem se consolidado tanto como um espaço escolhido para a convivência e prática de exercícios físicos, como também se tornou um importante cartão postal da cidade.
“Aqui as pessoas encontram um local para a realização de diversas atividades, tudo de forma gratuita e a SDU Centro-Norte está atenta para a manutenção e gerenciamento da área”, explica José João.
Horários do Parque
O Parque é aberto diariamente, tendo horários diferenciados conforme os dias da semana. Na segunda-feira, o local abre apenas para acesso à pista de caminhada, nos horários de 5h30 às 10h e 16h às 18h. Já de terça a quinta, o funcionamento de todos os setores do Parque acontece nos períodos de 5h30 às 10h e de 16h às 22h.De sexta a domingo e em feriados, o Parque é aberto o dia inteiro, funcionando de 5h30 às 22h.

Luciano Nunes assume a vice-presidência da ALEPI

O deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) assumiu na manhã de hoje (02) a vice-presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI). A posse ocorreu durante a abertura do ano legislativo, quando também foram empossados os demais membros da Mesa Diretora e ocorreu a leitura da mensagem do governador Wellington Dias.

O parlamentar tucano afirmou que está entusiasmado com a nova missão. “Inicio essa nova missão com muito otimismo e entusiasmo. A Assembleia Legislativa está imbuída na proposta de ser a protagonista na superação desse momento de crise pelo qual estamos passando no Brasil. Pretendo dar minha colaboração na Casa, com o sentimento maior de colaborar com o nosso Estado, dando respostas às demandas dos piauienses.

Para Luciano Nunes, a ALEPI funciona no sentido de atender as demandas e encaminhá-las para o Executivo em busca de soluções. “Teremos um ano de dificuldades, vivemos um momento de crise, com receitas caindo, desemprego, e esperamos que a Assembleia Legislativa do Piauí possa dar sua contribuição para estabilização econômica do Estado. Nosso desejo é que possamos ter um serviço público sem nenhuma paralisação, que a nossa economia se restabeleça e que no segundo semestre tenhamos uma retomada da situação, de investimentos e crescimento do Estado”, disse.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

O deputado Luciano Nunes avaliou nesse primeiro dia de trabalhos na Assembleia o desempenho do governador Wellington Dias. Segundo o parlamentar, do ponto de vista de investimentos, o governo deixou a desejar. “Mas, se for levado em conta o contexto nacional de crise, de instabilidade econômica, podemos avaliar de forma positiva a administração estadual, pois estamos vivendo momentos difíceis e precisamos ter uma compreensão maior”, destacou.

OPOSIÇÃO

Luciano Nunes disse que o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) continua com o papel de oposição e que fará uma oposição tranquila e responsável na Assembleia Legislativa. “Continuamos na oposição e faremos de forma coerente, construtiva, ética. Não teremos nenhum constrangimento em votar favoravelmente matérias enviadas pelo Executivo que sejam voltadas para o crescimento do nosso Estado, para a atração de investimentos, para a geração e emprego e renda, ou seja, matéria em favor dos piauienses”, afirmou.

É O Tchan é uma das atrações do Baile do Pirata

 

Penúltima prévia acontece neste sábado (4), no Iate Clube de Teresina.

Neste sábado (4), acontece a penúltima Prévia do Iate com o Baile do Pirata, uma das festas mais tradicionais desta época carnavalesca, onde os foliões aproveitam para vestir suas fantasias e cair na alegria em 8h de show, com o melhor ritmo quente do carnaval.

Três grandes atrações animarão a noite. É o Tchan do Brasil, a atração principal, volta ao Iate Clube pela segunda vez em uma prévia carnavalesca. Tendo Compadre Washington e Beto Jamaica a frente do grupo, comandando o sucesso há mais de 20 anos, a banda trará um misto de malícia, diversão e coreografias para fazer os foliões dançarem a noite toda.

A banda Sacode também trará muita alegria e malemolência para o palco, apresentando ao público o seu mais novo trabalho, o CD Sacode Paixão, com músicas inéditas. Dentre os novos hits estão Você Mentiu, Julieta & Romeu e Você Anda Falando.

A terceira atração também já passou pelos palcos do Iate. Júnior Berger estreou ano passado no Baile do Pirata e esse ano voltará novamente para animar a noite. Ele que vem se destacando com uma pegada diferente do Forró, arrastando multidões por onde passa, seguindo sua linha de sucesso com muito carisma e talento.

E para quem curte um som electro house, a noite também recebe os Dj’s, Isaac, Dani Lacet e Hudson, animando a tenda eletrônica com o melhor do estilo musical. Assim, o Baile do Pirata agradará todos os gostos.

Segundo o Comodoro Lourival Lobo, o Baile do Pirata costuma reunir um maior número de público, muitos teresinenses gostam desta prévia, devido a temática da ocasião, o que colabora para o seu sucesso. “O Baile do Pirata foi preparado para ser uma das prévias mais animadas dos quatro dias. Investimos em uma boa infraestrutura, segurança e acessibilidade, sem deixar nada a desejar para os nossos foliões. Sem falar nas atrações que com certeza consolidarão o sucesso deste evento. ”, afirma o Comodoro.

      A próxima prévia carnavalesca do Iate, o Baile do Havaí, acontecerá no dia 11 de fevereiro, finalizando os tradicionais bailes carnavalescos do Clube. Os Ingressos do baile do pirata já estão disponíveis na Kalor Produções e Iate Clube de Teresina.

Assembleia aprova prestação de contas de 2016 do SIMEPI

Na noite de ontem (31), a diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI) realizou Assembleia Geral Ordinária para apresentar aos associados as contas do exercício financeiro referente ao ano de 2016. Na ocasião, a diretoria também pautou a previsão orçamentária para este ano. O orçamento foi aprovado por todos os presentes à exceção de um voto divergente.

No momento da Assembleia, foi distribuído um material contendo todas as informações detalhadas sobre os gastos e custos do sindicato para apreciação. O presidente do SIMEPI, Samuel Rêgo, destacou a transparência da gestão e a responsabilidade com os recursos da classe. “A diretoria apresentou os números a todos os presentes, mostrando com transparência os valores da entidade, valorizando a administração dos recursos feitas pela presidência e o financeiro da entidade, apoiados por toda diretoria sindical”, explicou.

Com a primeira chamada às 17 horas, a segunda às 18 horas e a terceira às 19 horas, o encontro aconteceu na sede do SIMEPI e contou com a presença dos associados do SIMEPI.

Teresina: Cidade Verde

A Prefeitura de Teresina tem buscado expandir a arborização da cidade, tanto com o incremento do trabalho dos viveiros mantidos pelo poder público como buscando parcerias. Na manhã desta terça-feira (31), o prefeito Firmino Filho foi até o viveiro da Eco Empreendimentos Ambientais, instalado na região do Polo Industrial Norte, vislumbrando parceria com a empresa, que utiliza uma tecnologia moderna no cultivo de mudas de diversas espécies nativas e exóticas.
Nos últimos quatro anos, a Coordenação de Arborização do Município expandiu os serviços de doação de mudas e de plantio em logradouros públicos. Um exemplo disso é o Parque da Cidadania, que recebeu mais de 250 mudas de plantas nativas.
Acompanhado de uma equipe de gestores e técnicos, como o secretário de Meio Ambiente, Olavo Braz, do coordenador de Arborização do Município, Clovis Freitas Júnior, e do superintendente da SDU Centro/Norte, José João Braga, o prefeito Firmino Filho visitou as instalações da empresa. O grupo foi recebido pelo gerente da Eco, Celson Neujorks.
“Estamos analisando a possibilidade de fazer uma parceria com a empresa, no sentido de intensificar, nos próximos quatro anos, esse trabalho de arborização desenvolvido em Teresina. Queremos avançar não apenas no plantio, mas principalmente na preservação dessas mudas que estão sendo plantadas na cidade”, destacou o Chefe do Executivo Municipal.
O gerente Celson Neujorks considerou a visita do prefeito como um passo importante para firmar uma parceria com a empresa, afirmando que, caso isso aconteça, Teresina só tem a ganhar.
“A nossa intenção é trabalhar com a preservação e embelezamento das cidades. Já temos parceria com alguns municípios. No caso de Teresina, podemos ver algo voltado para a recuperação das margens degradadas dos rios e na arborização das vias públicas. Acredito que Teresina só vem a ganhar, caso essa parceria com a Prefeitura aconteça” pontuou ele, acrescentando que a empresa produziu 6 milhões de mudas em 2016, abastecendo o mercado de estados como Maranhão, Paraná e Rio Grande do Sul, tendo como foco o cultivo de eucalipto, mogno e plantas nativas.
Segundo o gestor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Olavo Braz, o órgão, que articulou a ida do prefeito ao viveiro da empresa Eco, já vem se mobilizando com outros viveiros em Teresina, na intenção de fechar parceria para otimizar e expandir esse trabalho de arborização e rearborização da cidade.
Trabalho de arborização
A Coordenação de Arborização da Prefeitura de Teresina tem atuado de modo intenso para tornar nossa capital ainda mais verde. O Projeto Teresina Mais Verde, que tem o objetivo de fomentar a arborização da cidade, superou a meta para 2016 estabelecida pela administração municipal. Desde que foi implantado, em abril de 2013, já foram plantadas, doadas ou distribuídas quase 320 mil mudas. A meta agora é, entre 2017 e 2020, plantar, doar e distribuir 500 mil mudas, entre espécies frutíferas, como cajueiro e mangueira, e nativas, como ipê e caneleiro.
Além do trabalho de arborização e rearborização de vias, espaços e equipamentos públicos, a Coordenação atua na distribuição de mudas gratuitas para a população por meio dos viveiros espalhados pela cidade.
O reforço nessa distribuição também acontece por meio do Caminhão do Verde, que percorre a capital com a Operação Faxina nos Bairros. Somente através dessa ação já foram distribuídas mais de 22.200 mudas de plantas nativas e frutíferas.

Experiência colombiana contra à violência em Teresina

Construir uma política de prevenção à violência em Teresina. Essa é a proposta do projeto Vila Bairro Segurança, que será implantado na capital. Para tratar dessa temática, técnicos da Prefeitura de Teresina estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira (30) com as consultoras do Banco Mundial, Vivian Bernal e Flávia Carbonari, que apresentaram a experiência de Cali, na Colômbia.

Foto: Wilson Filho

A experiência em Cali, na Colômbia, mostrou que com as políticas corretas e um compromisso de longo prazo com a redução da criminalidade, a violência juvenil urbana pode ser prevenida. Em Cali, foram formalizados os territórios a serem trabalhados e a população foi ouvida para a tomada de decisões. Segundo o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, a reunião de hoje foi importante para que sejam definidos os objetivos principais e os territórios a serem trabalhados no projeto.

“O Banco Mundial tem um projeto grande na prevenção da violência e estamos conhecendo a expertise do Banco nessa área para desenvolvermos ações aqui em Teresina. Já trabalhávamos na perspectiva de território de inclusão e oportunidades, no Plano de Governo do prefeito Firmino Filho essa perspectiva foi definida como Vila Bairro Segurança. Já temos a criação da Secretaria de Políticas Integradas para trabalhar a questão da segurança a partir da Guarda Municipal. Portanto, o nosso desejo é construir uma parceria com a cidade de Cali para a efetivação da política integrada de prevenção à violência em Teresina”, afirmou.

Durante a reunião foi apresentado por um técnico da Secretaria Estadual de Segurança Pública os dados da violência em Teresina no período de 2014 a 2016. Informações como crimes violentos letais intencionais, crimes patrimoniais, mapa temático de roubos e carros, áreas críticas para roubos, perfil etário das vítimas, picos de homicídio por dia e horários, além de outros números foram relatados aos presentes para balizar o trabalho a ser realizado na prevenção à violência. “Queremos, inclusive, fazer um termo de convênio com a Secretaria Estadual de Segurança Pública para termos à nossa disposição os dados da violência em Teresina”, disse Washington Bonfim.

Participaram da reunião o secretário municipal de Trabalho, Cidadania e Assistência Social, Samuel Silveira, a secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Macilane Gomes, além de técnicos da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal de Planejamento e do Parque Lagoas do Norte.

E amanhã (31), o secretário Washington Bonfim e as consultoras do Banco Mundial irão visitar alguns territórios de Teresina como o Parque Lagoas do Norte, o Centro de Referência da Mulher Esperanza Garcia, Centro de Convivência Amor de Tia e o Centro de Convivência Rita de Cássia, além de se reunirem novamente no auditório da Secretaria Municipal de Finanças para concluírem as discussões sobre o projeto Vila Bairro Segurança.